Navegolandia » Mundo Feminino » Como cultivar rosas

Como cultivar rosas

Plantar rosas é uma tarefa simples, mas é preciso ter alguns cuidados específicos, para que a planta cresça saudável e dê flores lindas e vistosas.

Cultivar rosas é uma das flores mais comuns de serem cultivas, mesmo porque elas possuem uma infinidade de tipos, com muitas variedades, diferenças em termos de cor, perfume e tamanho, além de serem plantas lindas ótimas para se enfeitar um jardim.

rosas diferentes

As rosas precisam receber luz solar direta pelo menos de 6 a 7 horas diárias.

Para cultivar rosas não é muito complicado, embora existam várias regras de plantio e manutenção. Primeiramente é importante escolher um local arejado e que tenha grande entrada de raios solares, isso faz com que as rosas floresçam durante todo o ano, também evita muito o aparecimento de fungos.

roseira ensolarada

O local deve ser bem escolhido para não retardar o crescimento das rosas.

A roseira costuma nascer bem em qualquer tipo de solo, mas se possível dê preferência a terra mais argilosa, que possua maior drenagem, com grande quantidade de húmus (decomposição de matéria orgânica). Antes de plantar aterre o solo, aprofundando covas para que sejam depositados o esterco de gado e também o fertilizante natural rico em fósforo, mas popularmente chamado de farinha de ossos.

O adubo mais recomendado é o orgânica, que mesmo agindo mais lentamente não causa prejuízos, mas deve ser a mais bem curtida, sem cheiros para não atrair bichos e rica em fósforo, ajudando no crescimento da planta. Deve-se adubar logo após a poda anual, entre os meses de novembro e dezembro e por fim entre os meses de janeiro e fevereiro.

roseira vermelha

As podas adequadas em roseiras estimulam a floração e a brotação, dando mais força para novas rosas.

O espaçamento das mudas irá depender do tipo da rosa escolhida. Em geral utiliza-se como base as seguintes medidas:

  • cercas-vivas, cerca de 50 a 80 cm;
  • híbridas-de-chá , cerca de 50 cm;
  • arbustivas, cerca de 1 metro;
  • trepadeiras, cerca de 1 a 2 metros.

Logo que se plantam as mudas, é preciso regá-las moderadamente todos os dias até a primeira floração. Depois desse período é necessário regar apenas duas vezes por semana nas épocas de seca e uma vez quando no inverno. Se houver grande período de chuvas, não é preciso molhar a roseira.

podando a roseira

A poda deve ser feita com uso de tesoura de poda afiada e limpa, para que não esmague o tecido vascular da planta.

É muito importante realizar as podas da roseira de forma adequada. Geralmente se faz no início do cultivo, quando a planta está se formando, depois basta repetir o processo uma vez por ano, preferencialmente durante o inverno. A poda melhora e renova a formação da planta.

      

Fique informado receba nossas atualizações gratuitamente !

Textos:

Esquilo doméstico
Gripe em bebe de 2 meses
Dedo Inchado Queimadura