Navegolandia » Educação » Fatos que antecederam a Independência do Brasil

Fatos que antecederam a Independência do Brasil

E importante entender o processo que culminou no grito de “Independência ou morte” de D. Pedro e observar os fatos que culminaram nesse ato. Veja o texto completo.

A Independência do Brasil ocorreu no dia 7 de Setembro de 1822, o ato tem como mentor D. Pedro I e aconteceu as margens do rio Ipiranga a partir dessa data o país deixa de ser colônia portuguesa, a até os dias atuais esse dia é um ícone para o Brasil e no qual a nação se dedica ao patriotismo. Após essa pequena introdução sobre o assunto, bastante superficial, mas necessária  para aprofundarmos na discussão com dignidade, precisamos pensar a Independência como um processo e desmistifica-la um pouco. Para tanto precisamos primeiro intenderam os fatos antecedentes ao marco.

Pintura retratando a Imagens após a Independência do Brasil.

A Independência do Brasil deve ser entendida como um processo com seu cerne muito antes das margens do Ipiranga.

Um fator importante para o processo de independência foi a vinda da família real para a terra Brasillis em 1808, com a chegada da nobreza portuguesa, embora não fosse a intenção de D. João, a colônia ganhou mais representatividade. Ao aceitar a ajuda britânica o Imperador teve que abrir os portos brasileiros para as chamadas nações amigas, o importante para nós é saber que depois disso o comercio da colônia não é mais exclusivo com a metrópole. Os altos gastos gerados pela ostentação da coroa levou ao surgimento de reclamações já que tudo era pago com dinheiro tributário. Causando na elite um desejo de libertação das amarras políticas. Conseguinte, também disso duas revoluções merecem destaque quanto ao peso na independência a Pernambucana e a do Porto.

Depois disso outro período importante foi o regente, Dom João pensando em retomar a soberania em Portugal retorna para lá e deixa no Brasil 1921 o príncipe regente D. Pedro. O interino assume o poder em um clima de muito hostilidade e polarização que passava nas terras da colonia e no dia 9 de Dezembro deste mesmo ano um decreto vindo de Portugal ordenava o retorno imediato do príncipe para a Europa, no dia 9 de Janeiro D.Pedro decide ficar na nação brasileira após ter recebido um documento com cerca de 8.000 assinatura pedindo sua permanência,  data conhecida como dia do fico.

No dia 7 de Setembro ao se aproximar do riacho do Ipiranga o príncipe recebe três cartas uma do Ministro  José Bonifácio,  importante figura no processo de independência, outra de sua mulher Maria Leopoldina, que junto a Bonifácio apoiava o rompimento com a coroa e a ultima de seu pai D. João ainda exigindo o retorno imediato para seu país de origem. O resultado foi o que nós já sabemos o grito de independência.

      

Fique informado receba nossas atualizações gratuitamente !

Comments are closed.