Navegolandia » Novidades » Quando morreu Luiz Gonzaga

Quando morreu Luiz Gonzaga

O rei do baião também apelidado de Lua fez uma carreira extremamente importante para a música popular brasileira, até os dias atuais suas canções são interpretadas por diferentes artistas, mesmo falecendo em 1989 sua música ainda continua viva na lembrança da nação brasileira.

enterro de Gonzaga

O último show realizado por Luiz Gonzaga foi no dia 06 de junho de 1989 no Teatro Guararapes do Centro de Convenções de Recife.

No dia 21 de junho de 1989, o rei do baião foi levado às pressas para o Hospital Santa Joana, em Recife onde permaneceu 42 dias internado. Infelizmente não resistindo a enfermidade, Luiz Gonzaga acabou falecendo no dia 02 de agosto, às 5:15min da manhã. O velório ocorreu na Assembleia Legislativa de Recife nos dias 02 e 03 até o horário de 9:45min da manhã, depois foi para a cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará para a Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

No dia 13 de dezembro de 1912 nascia em uma fazendinha chamada Caiçara no sopé da Serra de Araripe, zona rural do sertão de Pernambuco, uma das personalidades artísticas mais renomadas do mundo da música brasileira – Luiz Gonzaga do Nascimento, mais conhecido como Luiz Gonzaga, ou simplesmente Gonzaga.

O rei do baião como popularmente é chamado, além de ter sido cantor, também era um excelente compositor popular. Sua figura pública é considerada uma das mais importantes, criativas e completas da música popular brasileira. Seu maior prazer na vida era acompanhar as canções de inúmeras festas juninas e dos famosos forrós pé-de-serra, tocando sua célebre sanfona, juntamente com o triângulo e a zabumba.

cantor nordestino

Gonzaga costumava se apresentar sempre vestido de vaqueiro, figurino que o consagrou como artista.

O sertão nordestino pode contemplar muita alegria ao assistir as apresentações de Gonzaga, que contava de forma simples e destemida as tristezas daquele povo pobre e injustiçado pela seca. Mas todo esse sofrer se transformara em orgulho, contentamento e felicidade quando as composições do cantor se revertias em perfeitas canções.

Nos anos 40, quando Luiz Gonzaga se apresentou em programa de TV, todo o país pode conhecer o talento do mestre do baião, que conseguiu quebrar a barreira regional da música em uma época em que parte do Brasil desconhecia o ritmo do xote, do baião, e do xaxado.

O filho de Ana Batista de Jesus apelidada de Santana, e de Januário José dos Santos, Gonzaga saiu de casa aos 18 anos para o serviço militar e somente retornou a terra natal após cerca de 16 anos, quando já era cantor profissional. O artista teve dois filhos um biológico conhecido como Gonzaguinha que teve com a amante Odaleia Guedes, e a menina de nome Rosa que era filha adotiva da união com sua secretária particular Helena Cavalcanti.

Ovo de Codorna:

Sua vida pessoal principalmente relacionado ao filho foi bastante conturbada, até que Gonzaguinha alcançasse maturidade, período em começou a se apresentar junto com o pai. Por causa de uma patologia bastante séria que já dominava o corpo de Gonzaga por um tempo, a osteoporose, o artista teve que ficar cerca de dez anos em tocar acordeon, tempos depois já não conseguia se manter em pé no shows e utiliza uma par de bengalas para se locomover.

cantores

Gonzaguinha cantando ao lado do pai Gonzaga, anos depois de viveram grande conflito pessoal.

Mesmo com a grande repercussão das cidades que passara, o enterro aconteceu na terra natal Exu, no dia 04, saindo para o sepultamento no Cemitério São Raimundo às 16:50min. Cerca de 20 mil pessoas embalaram o sepultamento cantando uma das mais famosas canções do pernambucano, a música “Asa Branca”, tema que serviu para o embalo do cantor no seio da terra.

      

Fique informado receba nossas atualizações gratuitamente !

Textos:

Agora fiquei doce igual caramelo to tirando onda de Camaro Amarelo
Grupos de pagodes antigos
Mc K-9 Músicas e Fotos