Posts Tagged Benefícios

Receita de chá de graviola

Muitas pessoas acreditam que os chás podem conter benefícios curativos e que ajudam a melhorar diversos males agressores da saúde. Uma de suas receitas menos conhecidas entre a população brasileira é o chá de graviola.

Essa fruta tem sua origem nas Antilhas, mas foi muito bem incorporada no nordeste brasileiro, em alguns lugares do país é conhecida como “Jaca do Pará”.

» Benefícios

Até hoje não foram realizados testes que podem comprovar a eficiência do chá em seres humanos, mas alguns experimentos em animais mostraram uma boa eficiência contra diversos males, como:

  • Asma;
  • Diabetes;
  • Hipertensão;
  • Inflamação;
  • Enxaqueca;
  • Reumatismo;
  • Câncer.
O chá de graviola é extremamente benéfico à saúde.

Chá de Graviola (Foto: Reprodução)

» Receita

Para fazê-lo, recolha 6 folhas de graviola e deixe em um recipiente que comporte um litro de água. Em uma panela, adicione mais um litro de água e deixe ferver.

Depois, despeje-a no recipiente onde estão as folhas e abafe. Devem ficar no vapor até 15 minutos, por fim coe e sirva.

Observação: Para adoçá-lo, utilize mel ou adoçante. Outras variações da receita indicam o uso de 8 folhas.

» Contra indicações

O chá não é recomendado a:

  • Pessoas com pressão baixa;
  • Grávidas;
  • Lactantes;
  • Enfermos com caxumba ou ferimentos na boca.

Ele é acido e pode machucar, o mais indicado é tomá-lo no mesmo dia em que fora feito, evitando que perca seus nutrientes.


Vitamina B3 benefícios e riscos

A vitamina B3 é essencial para o bom funcionamento de nosso organismo, ela também é conhecida como niacina e tem como fundamental para o metabolismo, pois ajuda a transformar os alimentos em energia. A vitamina B3 também é conhecida como PP por combater a Pelagra ( doença causada pela deficiência de niacina).

A vitamina B3 é conhecida por combater o colesterol alto, isso ocorre por ele aumentar o HDL ( colesterol bom), por esse fator ele se tornou a base principal de diversos remédios que combatiam o colesterol alto. Mas estudos recentes comprovaram que o uso excessivo da vitamina B3 pode aumentar as chances de risco de morte, vários testes realizados mostraram uma aumento de 9% desse risco, o que é considerado grave à comunidade cientifica.

O corpo humano tem a necessidade diária de 12 a 19 mg de vitamina B3 ou pelo menos 6,6 mg para cada 1000 calorias. A vitamina B3 pode ser encontrada em diversos alimentos, entre eles estão:

  • Carne Bovina
  • Figado
  • Carne de aves
  • Peixes
  • Leite
  • Ovo
  • Amendoim
  • Trigo

Os estudos só demonstraram que o uso sem discriminação da vitamina realmente pode provocar risco à saúde. A solução é consumir a vitamina B3 através de alimentos naturais e o uso de medicamentos a base de niacina só se necessário. Lembrando que a falta de vitamina B3 no organismo pode provocar diarreia, insonia, falta de apetite, irritabilidade, emagrecimento e problemas de pele.

benefícios e riscos da vitamina b3

A carne bovina obtém vitamina B3.


Como ter o número do PIS

O número do PIS (Programa de Integração Social) é emitido automaticamente quando o trabalhador se faz registrado e recebe a sua carteira de trabalho, mas também pode constar no cartão cidadão e em todo contrato de trabalho. O trabalhador deve ser inscrito com o PIS e com esse número o trabalhador vai ter acesso aos seus diversos benefícios do trabalho.

como consultar o PIS

Número do PIS
(Foto: Reprodução)

Como encontrar o número do PIS

O número do PIS deve  ser emitido na primeira ou na ultima página de sua carteira de trabalho. Caso não encontre, o trabalhador deve procurar a secretaria de trabalho em sua cidade e informar o problema. Você também pode procurar pelo número do seu PIS através do site Dataprev que contém diversos dados da Previdência Social e também atua como Banco de Dados Sociais do Brasil.

Quem tem direito ao PIS

Todo trabalhador tem o direito ao PIS que está classificado nas seguintes condições tem direito ao PIS.

  • Está cadastrado no PIS/PASEP a pelo menos 5 anos.
  • Ter recebido pelo menos 2 salários mínimos mensais no ano-base considerado para a atribuição.
  • Ter trabalhado pelo menos 30 dias no ano-base para o empregador contribuinte do PIS/PASEP
  • Tenha sido informado corretamente da RAIZ do ano-base considerado.

Acontece de muitas vezes o trabalhador até receber o abono salarial na conta da Caixa, mas por falta de conhecimento acaba não recebendo esse dinheiro e o trabalhador acaba perdendo o direito do abono, por isso é importante o trabalhador está ciente de seus direitos.

Como cadastrar

O empregador deve cadastrar o trabalhador na agencia da Caixa por meio do formulário DCN – Documento de Cadastramento do NIS e depois receber o cartão contendo o número da inscrição, esse número permitirá o trabalhador consultar os seus benefícios e a fazer o saque dos mesmos.