Posts Tagged processo

Endurecimento secundário dos aços rápidos

Os aços rápidos, assim como são denominados, são usados para cortes rápidos em alguns materiais. Outra caraterística desse tipo de aço é a sua capacidade manter sua dureza estável, mesmo em temperaturas elevadas de até 600 graus Celsius. Os aços rápidos são usados principalmente para fazer brocas, serras, alargadores , escariadores e entre outras ferramentas de torneamento.

Os chamados aços rápidos são obtidos por fusão, ou seja, a junção entre dois ou mais metais diferentes em elevadas temperaturas que os aquecem até o seu ponto de fusão. Os metais são derretidos e podem se unir se forem manuseados de forma correta. O aço rápido pode ser temperado no banho de sal estando a uma temperatura de 550°. Após a equalização pode ser resfriado a ar até a temperatura de toque.

O aço só vai atingir a dureza máxima depois do revenimento, isso ocorre justamente por ele ser um aço com endurecimento secundário. A fabricação de peças com aço rápido é um processo muito complicado pois a temperatura para austenitização é bem próximo ponto de fusão do metal, por isso é recomendado um pré-aquecimento do aço divido em duas etapas para minimizar os efeitos de choque térmico.

As temperaturas do processo podem variar entre 600 à 650 graus Celsius na primeira etapa, 840 à 880 graus Celsius na segunda. Alguns metais ainda podem exigir uma terceira carga de aquecimento, devendo ser aquecido durante alguns minutos no processo de austenitização. Ao final do processo o aço pode alcançar níveis de endurecimento entre 54 à 56 HRC.

como é feito o aço rápido

Aço rápido


Garrafas Pet Passo a Passo

garrafas pet

São práticas e econômicas.

O politereflato de etileno, que apos ser manuseado e modelado e  mais conhecido como garrafa pet, são  embalagens de plástico utilizadas como  recipientes de bebidas, devido possuírem propriedades termoplásticas elas podem passar pelo mesmo processo de termoreação, assim podendo ser  reaproveitadas novamente.

A decisão para que ocorresse esse processo só começou ser gerada quando viram a necessidade de melhora ao meio ambiente, atualmente as garrafas pet são bastante reaproveitadas , pois passam pelo processo de reciclagem e são utilizadas  artesanalmente assim influenciando na vida de algumas pessoas.

As garrafas pet estão presentes no nosso dia a dia, e podem ser encontradas em grande volume nas ruas, bares, praças e principalmente nos lixões.

A reciclagem é a melhor opção para que se possa  reaproveitar todo esse material, portanto as industrias não conseguem produzir tantas garrafas recicladas assim tendo como segunda opção o trabalho artesanal que ajudam a diminuir o número de garrafas plásticas, assim sendo confeccionados criativos trabalhos  artesanais que podem ser usados como  decoração, e  utensílios para casa.

Usando muita  criatividade qualquer pessoa pode realizar trabalhos com garrafas pet, elas podem até mesmo fornecer uma renda para quem  confeccionar. Segue a baixo algumas dicas de como confeccionar uma horta com garrafas pet.

Horta  com garrafas pet:
Essa é uma boa sugestão para quem não tem espaço em casa e deseja ter uma pequena  plantação,e até mesmo para quem mora em apartamento pode optar por uma horta na sacada. Você pode aprender passo a passo como fazer:

horta vertical

Ficam perfeitas em ambientes de pouco espaço.

Materiais necessários:
Garrafas pet de 2 litros, tesoura, corda de varal, barbante ou arame, terra e a muda da planta desejada.

1- Pegue uma garrafa pet e faça um corte por onde a planta vai crescer, como se fosse uma janela ampla

2-depois faça dois furos próximo a região das aberturas , pois será por este furo que o cordão irá segurar as garrafas.

3-O fundo de todas deve ter um furo para a saída de excesso da água sobre a terra.

4- Depois dê um nó para prender as garrafas.

Essa horta deixará sua casa ou apartamento com um ambiente  renovado, além de ser uma ideia brilhante irá fazer com que as pessoas que visitam o ambiente, vejam o lindo trabalho e possam também se  conscientizar assim praticando e incluindo a  reciclagem em suas vidas.

lindas hortas

Deixam qualquer ambiente aconchegante.


Calendário de vestibular 2013

Calendario de vestibular 2013

Anualmente são realizados exames vestibulares, através deles os alunos são avaliados para se ingressar à faculdade.

O vestibular é um momento esperado por muitos alunos, para aqueles que desejam se ingressar na universidade em 2013, já estão disponíveis  algumas datas de exames vestibulares de universidades públicas e privadas.

As inscrições  poderão ser realizadas nos sites ou diretamente nas instituições de ensino. Sendo que os valores das mesmas poderão variar, além disso tanto as datas, quanto os horários poderão passar por modificações.

É indicado ficar atento as datas de isenção de  taxa dos vestibulares, pois são exclusivamente para alunos de baixa renda , funcionários, e de cursos de licenciatura. Esse benefício não é fornecido por todas as instituições brasileiras.

Portanto para realizar o exame procure estudar e assim fazer uma programação de estudo, dedique seu tempo e estabeleça critérios de disciplina de forma que todas possam ser estudadas e dedique as que tem mais dificuldade. Além de estudar tenha uma boa alimentação, pratique esportes e procure ter horários para um bom descanso físico e mental.

Dias antes da prova procure deixar seus documentos separados e organizados, fuja de situações de estresse, faça somente revisões, não tente aprender longos conteúdos que não foram estudados antes. No dia da prova procure se organizar, não chegue atrasado e faça uma boa alimentação. Leve todo material necessário, responda as perguntas completamente e use todo seu tempo disponível e potencial possível.

Abaixo segue alguns sites onde possa ser acompanhado as datas previstas de vestibulares:

VUNESP- www.vunesp.com.br
FUVEST- www.fuvest.com.br
COMVEST- www.comvest.unicamp.br
PUC-SP – www.vestibular.puscsp.br
ITA- www.ita.br

OBSERVAÇÃO: É indicado ir pessoalmente as universidades para informações mais precisas, e até mesmo a realização da inscrição, isenção ou matricula do aluno.