Posts Tagged remédio

Remédios caseiros que eliminam as micoses

As micoses são provindas de fungos existentes há milhares de anos no planeta, eles podem ser encontrados em qualquer tipo de ambiente e quase sempre estão em contato com a pele e com as mucosas externas dos seres humanos.

Esse contato direto não provoca nenhuma reação negativa, porém, quando o fungo consegue penetrar além da camada de células mortas, ocorre uma infecção.

Cuidados e prevenção

A melhor forma de evitá-la é se prevenindo, para isso é preciso estar atento ao contato diário com locais sujos, procurar sempre secar as mãos e o corpo perfeitamente após o banho e tomar cuidado com ambientes úmidos. Veja abaixo algumas formas de prevenção que você deve aderir no seu dia a dia:

Surgimento ocorrido na areia da praia.

Micose no pé.
(Foto: Reprodução)

Seque bem o corpo após o banho ou após sair da piscina.

Use luvas sempre que for mexer com terra (como cuidar do jardim).

Evite andar descalço em locais públicos e úmidos.

Não entre em contato com pessoas ou animais infectados.

Não peça roupas ou toalhas emprestadas de pessoas desconhecidas.

Não use cortadores de unhas ou alicates para unha de outras pessoas e leve sempre seus utensílios caso vá a algum salão de beleza.

Use luvas para lavar louça.

Remédios caseiros

Existem diversas formas tratamento para as micoses, mas dentre as mais famosas, temos os remédios caseiros. Confira baixo algumas receitas:

Aplique sumo de limões diretamente sobre o local afetado.

Misture uma colher de azeite com 3 gotas de óleo de orégano e aplique todos os dias no local por pelo menos 3 semanas.

Ferva uma vasilha de água com 5 dentes de alho, depois retire do fogo e deixe esfriar até que esteja morno. Coloque a região afetada para descansar na água morna por pelo menos 15 minutos diários por 4 semanas.

Coloque fatias de mamão na área ou ainda aplique farinha com sementes de mamão seco.

Misture bicarbonato de sódio com água até formar uma pasta, depois aplique delicadamente na região e deixe fazer efeito, lave logo após em água corrente.

Faça um cataplasma com folhas de cássia e aplique sobre o local durante 10 dias.


Qual é o remédio da AIDS

Desde meados dos anos 90, propriamente em 1996, pessoas portadoras do vírus HIV, podem ter uma melhor qualidade de vida equiparadas a de pessoas que não são soropositivos. Devido a combinação de medicamentos contra a doença da aids, muitos desse portadores obtiveram possibilidades imensa de realizar um tratamento adequado, como forma de evitar os agravantes da doença, uma vez que ainda não exista um medicamento com a cura da AIDS.

paciente

O serviços ambulatoriais em HIV e aids são serviços de saúde do governo que realizam ações de assistência, prevenção e tratamento aos soropositivos.

No Brasil os medicamentos são distribuídos gratuitamente através dos serviços de saúde. Além do tratamento, ainda existe um atendimento especializado para os portadores do vírus, de forma integral e de qualidade que conta a atuação de uma equipe de profissionais de saúde composta por médicos, enfermeiros, psicólogos, farmacêuticos, assistentes sociais, entre outros que se dividem em diferentes atividades, desde a realização de exames de monitoramento, orientação e apoio psicológico, atendimentos em infectologia, ao controle e distribuição de antirretrovirais.

Dentre os medicamentos utilizados no tratamento, pode-se citar os principais: zidovudina ou AZT, (cápsula de 100 mg, soluções oral e injetável), associação zidovudina e lamivudina (comprimido de 300 mg + 150 mg), lamivudina (comprimido de 150 mg e solução oral); didanosina (pó para preparação extemporânea); nevirapina (comprimido de 200 mg); ritonavir (cápsula de 100 mg) e efavirenz (comprimido de 600 mg), estavudina (cápsula de 30 mg e pó para solução oral); indinavir (cápsula de 400 mg) e tenofovir.

medicamentos

Os antirretrovirais são drogas capazes de inibir o crescimento do vírus e reduz a carga viral, ou seja, a quantidade de HIV na corrente sanguínea.

Toda pessoa que tenha se contaminado com o vírus HIV deve procurar o atendimento e iniciar o quanto antes o tratamento. Por que o famoso coquetel utilizado, que na verdade é a associação dos diferentes medicamentos citados acima, servem para evitar o ataque intenso do vírus. Portanto as drogas antirretrovirais agem impedindo que o HIV se reproduza dentro das células, diminuindo consequentemente os danos causados por ele.

O tratamento é feito com pelo menos dois medicamentos antirretrovirais diferentes, e é super importante que o portador siga corretamente as instruções de uso, para que a dose seja eficaz. Como a maioria dos medicamentos, os antirretrovirais também provocam inúmeros efeitos colaterais, os mais evidentes são enjoo, diarreia, distúrbios de sono, indisposição e até manchas na pele. Cada droga surte um efeito colateral variado.

Além do tratamento com medicamentos, os soropositivos, devem realizar diversos exames de rotina – hemograma completo, urina, fezes, testes para hepatites B e C, glicemia, colesterol e triglicerídeos, tuberculose, sífilis, avaliação do funcionamento do fígado e rins, além de raios-X.

Texto em formato meramente informativo !!!