Navegolandia » Novidades » Quando inicia a declaração de imposto de renda 2013

Quando inicia a declaração de imposto de renda 2013

Economistas dão dicas para que o contribuinte não caia na malha fina do leão, recomendam organizar todos os documentos comprobatórios do rendimento tributário e também dos gastos e pagamentos, o que facilita na hora de preencher a declaração eletrônica.

Todos os anos é previsto muitos atrasos e várias complicações na hora de fazer a declaração do imposto de renda. A Receita Federal, tenta simplificar todo o processo divulgando em seu portal todas as informações relevantes para que os contribuintes façam a declaração sem erros ou fora do prazo.

De acordo com o que governo determina, um dos requisitos que determina uma pessoa a declarar obrigatoriamente é qualquer que seja, física e residente no país, que tenha rendimento tributável com valor acima de R$ 23.499,15. Há ainda outras deliberações que constam no quadro de regras do IR.

IR 2013

Para cada ano, existe um programa gerador distinto do IR, que se refere ao ano de entrega da declaração.

Existe a opção de dois tipos de modelo de declaração:

  • Modelo simplificado – O contribuinte abre mão das deduções, previstas na lei em troca do desconto de 20% do valor dos rendimentos.
  • Modelo completo – O contribuinte poderá lançar todas as deduções previstas na lei, como educação, saúde e previdência, sem limite no valor da soma total.

Geralmente o prazo para enviar a declaração é sempre entre 1º de março a 30 de abril de cada ano. Utilizando os canais da internet, ou salvo em disquetes entregues nas unidades da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil. Porém, é preciso que o contribuinte inicialmente baixe o programa da declaração através de um download disponível na internet e o preencha.

O contribuinte que não fizer ou não conseguir enviar a declaração dentro do prazo está sujeito a pagar multa. O valor mínimo é de R$ 165,74 e a máxima chega até 20% do imposto devido. Outras implicações também são impostas, no caso de venda ou compra da casa própria, e no uso de passaportes, pois a pessoa ficará em situação irregular com o Fisco, correndo o risco de ter o CPF (Cadastro de Pessoa Física) cancelado.

Toda nota fiscal e recibo de serviços da área da saúde, e qualquer comprovante de pagamento de instituições de ensino regular, são alguns dos documentos que podem ser inclusos na declaração do Imposto de Renda. Ante mão, não existem grandes mudanças para o IR 2013, a única possível modificação pode ser relacionada a tabela, mas ainda não foi noticiada nenhuma alteração.

      

Fique informado receba nossas atualizações gratuitamente !

Textos:

Dia dos namorados presentes que não pode dar
Recadinhos de boa noite para namorada e namorado
Depoimento para meu Esposo de Aniversário